Anabolizantes e agressividade, a relação de causa e efeito com psicose, provavelmente, foram responsáveis pelo comportamento anormal do homem que matou Tatiane Spitzner em Guarapuava. A Medicina sabe disso desde o uso de corticóides, há mais de 50 anos. Por esta razão esteroides anabolizantes são quase proibidos, ou muito controlados na maior parte do mundo desenvolvido. No Brasil, por conta do PSDB, são permitidos. Basta ver quando e como foram autorizados em Brasilia. Tenho indícios, inclusive, de que haja tráfico ilegal da China para o Brasil pelos comerciantes que compram outras coisas na China.

Os que prescrevem estas coisas não tem treinamento psiquiátrico para detectar a relação entre anabolizantes e agressividade, um problema causado por uma péssima política de saúde. Quando uma mulher perceber que um homem está com este comportamento, precisa se afastar. Não é questão de tirar culpa do assassino de jeito nenhum. Como quem dirige bêbado, só aumenta a culpa. A questão é tentar fazer mulheres e familiares perceberem o problema antes de acontecer.

https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2018/08/05/laudo-da-pericia-constata-que-advogada-morta-teve-fratura-no-pescoco.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=share-bar-desktop&utm_campaign=share-bar

“Lutador de artes marciais: faixa roxa de jiu-jítsu. Um atleta de 32 anos que agrediu a mulher, Tatiane Spitzner, por mais de 20 minutos, como revelaram imagens, e que, para ficar mais musculoso, vinha tomando suplementos alimentares e anabolizantes. Todos esses produtos foram encontrados no apartamento de Luís Felipe Manvailer, que está preso, acusado de jogar Tatiane pela sacada do prédio onde moravam. As fotos das embalagens estão no inquérito policial.” “A musculatura dele aumentou muito em pouco tempo. O médico tinha receitado uma dosagem normal. Ele tomava doses cavalares para a musculatura”, conta Jorge Spitzner, pai de Tatiane. Ao Fantástico, Jorge falou que, em abril deste ano, Luís Felipe, que é biólogo e professor universitário, brigou com um homem em uma festa. “Três ou quatro não conseguiam segurar. Teve uma explosão de agressividade, mas mal sabia eu que um dia a minha filha poderia ser o alvo disso.”

Os esteroides androgênicos anabólicos são hormônios, derivados da testosterona. Anabolismo é o processo metabólico que resulta em crescimento e multiplicação de células, no caso principalmente musculares e ósseas.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Esteroide_anabolizante

Inventados em torno de 1930, anabolizantes são da classe dos corticóides, e por causarem inúmeros efeitos colaterais muito graves em uso cronico, são controlados em todos os países. A relação entre anabolizantes e agressividade leva a mortes de quem toma e de pessoas em seu entorno. O uso de anabolizantes se tornou comum após os anos 1970, e em 1990 passaram a ser muito controlados e até banidos em vários países, e em todas competições esportivas. Entre os efeitos colaterais estão virilização, acne, alopécia, obesidade, estrias, hipertensão, cardiomiopatias, morte súbita por arritmia, intoxicação hepática, vários tipos de câncer, e na área mental: agressão, violência, mania, psicose, alucinações e suicídio. Ainda na esfera mental, grande parte das pessoas que ingerem anabolizantes tem disforia, irritabilidade, oscilações de humor, impulsividade e falta de temor. Ocorrem dependência e abstinência.

https://en.wikipedia.org/wiki/Anabolic_steroid

Um dos maiores problemas de sua ingesta é que são moléculas hormonais complexas, que só são fabricadas por empresas farmacêuticas grandes, sejam legais ou ilegais. O resultado é que são caros, e existe uma grande quantidade de falsificações, cópias e adulterações em circulação. Uma maneira de entender seu efeito é que a testosterona amplifica as características do “macho alfa”, sejam as físicas, de força e potência muscular, ou mental, de agressividade e paranoia.

Dr Paulo Bittencourt

Image courtesy of Dr. Paulo Bittencourt | Dimpna
Compartilhe este artigo: