Bill Wyman, nascido em 1936, entrou nos Rolling Stones quase 10 anos mais velho que a dupla Jagger e Richards, em parte porque tinha os amplificadores. Sempre foi mais careta nas drogas e álcool, porém era “girl mad” e em 2006 saiu na revista Maxim como # 10 das “Lendas Sexuais Vivas”, com mais de 1000 mulheres no seu rol. Em 1989, aos 52 anos, casou-se pela segunda vez com Mandy Smith, de 18 anos, com quem vivia desde os 13 anos dela. A família dela era católica. A dele era provavelmente de ateus, trabalhadores pobres ingleses com baixa educação.

https://www.youtube.com/watch?v=0YBY-cOQYNw

Ele conta que se apresentou à polícia e ao Ministério Público, que não o quiseram interrogar, talvez porque não havia uma denúncia, a mãe da menina aprovava. A mídia prestou muita atenção a este assunto na época, mais ainda quando se divorciaram, no meio de uma longa confusão, e seu filho casou-se com a mãe de Mandy.

https://www.theguardian.com/music/2006/mar/10/popandrock

Bill vive no sul da Inglaterra e sul da França, é fã do Crystal Palace. Tem sua banda de rock, é empresário, arqueólogo, escritor, fotógrafo. Tem uma rede extensa de amigos, esposa e 3 filhas, e está com 81 anos de idade. Mandy está com 47, teve alguns casamentos, mora em Manchester, já foi cantora pop e modelo, escreveu colunas em revistas, e continua linda. Mas teve sequelas. Como ela diz, não podia ter acontecido.

https://www.youtube.com/watch?v=YUIWMrMqJV8&t=169

Bill foi baixista dos Rolling Stones entre 1962 e 1993, e sua saída foi relacionada com o affair Mandy. Mick Jagger havia assumido controle total dos Rolling Stones, e o assunto sexo com crianças era muito além dos pequenos crimes de drogas que a banda estava acostumada a lidar. Era comum nas ilhas britânicas até os anos 1970, e com esta atitude Mick e Keith ajudaram a erradicar. Dez anos depois viria a explodir gravemente, na religião, esporte e show business das ilhas. Chegou a chamuscar The Who, mas passou longe dos Beatles, Rolling Stones, David Bowie e Pink Floyd, a realeza do rock. Mick e Keith tiveram a visão de colocar um baixista negro no lugar de Bill, que permanece até hoje, Darryl Jones.

Dr Paulo Bittencourt

Imagem Jacco Barth – http://www.flickr.com/photos/34866561@N03/3236183477/, CC BY-SA 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=8153375